Seja bem vindo e esteja bem informado!

*** Todas as postagens e fotos deste blog podem ser reproduzidas desde que sejam atribuídas autoria e fonte, conforme Lei Federal de Direitos Autorais nº 9610 de 19 de fevereiro de 1998. Dúvidas, acesse o site da Associação Brasileira de Propriedade Intelectual (Apijor): http://www.autor.org.br/ ***

as

08 junho, 2013

Depende da conveniência

Uma análise sobre a política no município de Triunfo/RS.

 
 

A conveniência é uma coisa que me revolta. Ela não concorda com a verdade, muito menos é companheira da sinceridade. Ela visa interesses, os mais diversos interesses. A graça, mesmo que revoltante da conveniência, é que mais cedo ou mais tarde ela revela a hipocrisia. Os discursos mudam de um dia para o outro e ações cessam de repente. No nosso dia a dia temos os mais diversos exemplos, nas mais variadas situações e em todas as áreas.

Até bem pouco tempo grupos organizados de pessoas circulavam diariamente a cidade com câmeras fotográficas em uma caça desesperada às ruas e praças repletas de lixos. Eles enchiam as redes sociais e os e-mails dos veículos de imprensa com fotos denunciando o descaso da administração pública e protestando como verdadeiros cidadãos, exigindo a atuação diária e impecável do poder público. Afinal a coisa mais fácil que tinha era recolher um lixo da rua, bastava competência e boa vontade.

Lembrei-me deles há duas semanas, quando levei minha labradora para passear na Praça da Concha e resolvi voltar com ela para casa. Não tinha como ela brincar no meio daquela imundície composta por milhares de tocos de cigarro, papéis, latas e garrafas pet espalhadas. Pago caro o banho na pet shop, não posso jogar dinheiro fora. Se não era um ambiente adequado para o lazer de um cão, imaginem para pessoas, principalmente crianças. Foi aí que me dei conta do sumiço repentino dos justiceiros de plantão da limpeza pública. Fiquei até preocupada, o que será que houve com eles?


 Também até bem pouco tempo riam-se quando alguém falava na queda da arrecadação municipal. “Desculpa esfarrapada!”, alguns diziam, enquanto outros protestavam: “piada dizer que Triunfo não tem dinheiro!”. A CPI que investigou a queda da arrecadação era motivo de deboche. Hoje até me assustei quando os vi “esfarrapando” a mesma “desculpa”. Conveniente, não?! E o tempo? Antes era mais que suficiente, era uma questão de “competência” e “vontade de fazer”, agora é escasso... Tenho que me rir!!! Antes era “são uns incompetentes, isso se faz em dias, é só querer”, hoje o discurso é “só faz dois meses, é necessário dar tempo ao tempo”. Tá, mas é incompetência também ou descaso como antes? Não! É conveniente... Ah, bom!

Até poucos meses nas redes sociais também jorravam acusações à administração municipal com relação ao atendimento do hospital. O prefeito era o culpado! Todo incidente que ocorresse lá era culpa integral da prefeitura. Hoje se alguém falar um “ai” sobre isso é um injusto que não entende que tudo depende de tempo, de muito tempo e ainda por cima está reclamando de “barriga cheia”, afinal, Triunfo, que até bem poucos meses era uma “vergonha”, hoje é a “cidade maravilhosa”. Embora nada tenha mudado até agora.

Antes, reivindicações era um exercício de cidadania e uma luta heroica por direitos tolhidos pelos vilões da politicagem! Todos eram convidados a fazer o mesmo em prol da democracia e do bem comum. Hoje se alguém faz as mesmas reivindicações de alguns meses atrás, seja de remédios e médicos no postão ou de limpeza nas ruas o nome dado é “choradeira de mágoas”. Antes o fato de alguém ter que trabalhar fora do município era injustiça, falta de valorização e de oportunidade. Hoje é “bem feito”, afinal essa gente só sabe reclamar, vão à luta!!!

 

 De repente tudo virou uma maravilha, não se veem mais protestos, não há mais injustiças. Os grupos nas redes sociais hoje só não estão às moscas porque são abastecidos com propagandas e divulgação de negócios. Onde será que andam todos os guerreiros implacáveis da diferença? Será que se mudaram? Será que de repente perderam a visão? Pode ser que tenham sido abduzidos para o país das maravilhas... Ou, como me disse um amigo, realizaram o sonho, "viraram terneiros"!




Nenhum comentário:

PERFIS FALSOS NO ORKUT ACABAM EM CADEIA!