Seja bem vindo e esteja bem informado!

*** Todas as postagens e fotos deste blog podem ser reproduzidas desde que sejam atribuídas autoria e fonte, conforme Lei Federal de Direitos Autorais nº 9610 de 19 de fevereiro de 1998. Dúvidas, acesse o site da Associação Brasileira de Propriedade Intelectual (Apijor): http://www.autor.org.br/ ***

as

29 junho, 2013

Personagens de novela


Esses dias uma amiga me relatou que seu marido estava sendo perseguido profissionalmente por uma pessoa em consequência de divergências político-partidárias. Ela me perguntou: “por que será Tati, que uma pessoa como essa se importa com gente simples como a gente, que só quer trabalhar e tocar a vida?”.
 
 

 Quem de nós não conhece pessoas capazes de coisas que até o diabo duvida? Tem muita gente por aí que por dinheiro, poder e status, mata a mãe e ganha o Oscar de melhor ator no velório. Muitos de nós, com certeza, conhecemos pessoas capazes das mais absurdas atrocidades ou, no mínimo, já lemos nos jornais as mais macabras armações: pessoas que chegam ao ponto de provocar um incêndio no próprio apartamento para conseguir o dinheiro do seguro, ou atenta contra a vida do próprio cônjuge para ficar com a herança.

 Do mais baixo escalão da sociedade surgem as moças pobres, pobres de capacidade e amor próprio, que vivem de dar golpes em políticos influentes ou homens casados com bons recursos, algumas chegam ao ponto de se sujeitarem a casar com os mais repugnantes seres apenas por interesse. Elas abrem mão de olhar para o lado e admirar um homem pelo que é, devem brincar de baile de máscaras toda noite para não terem que ver a cara do sujeito com quem precisam dormir para ser o que acham que jamais teriam capacidade de ser honestamente.

 Eu não sei o que sentem essas pessoas, mas lá no fundo de suas almas com certeza há um vazio, um vazio infinitamente profundo, escondido por baixo de toda pose que ostentam. Em novelas é comum aparecerem personagens com essas características, vivendo essas circunstâncias, e geralmente são pessoas que passaram por muito sofrimento na infância, tiveram uma vida desgraçada e cresceram com conceitos distorcidos e ausência de princípios. Quem não se lembra da Carminha da novela Avenida Brasil? Quantas “Carminhas” você conhece por aí, que saem do lixão e precisam vender o corpo e a alma para serem notadas? Pessoas como a Carminha sofrem de transtorno de personalidade amoral, ou antissocial, ou inafetivo, que os psiquiatras definem como “psicopata aproveitador com personalidade predatória”, o tipo de pessoa que simplesmente não consegue se colocar no lugar do outro e por isso mesmo, consegue cometer os mais terríveis atos para satisfazer seus interesses fúteis. E quem não conhece pessoas como o Max, para as quais faltou tanto amor que elas não são capazes de amar nem a si mesmas, não conseguindo passar um valor moral nem para os próprios filhos?
 

 Essas pessoas não sabem o que é ter uma família feliz, ter amor verdadeiro e incondicional, ter paz de espírito, ter amigos em quem confiar, não sabem o que é ter o prazer de conquistar o que se quer usando o intelecto, o trabalho e a honestidade. E por que, como perguntou minha amiga, essas pessoas se importam com gente simples que não tem poder, nem dinheiro, nem influência? Eu responderei à minha amiga, que com certeza estará lendo essa coluna: elas se importam com pessoas como a gente porque temos as únicas coisas que o maior golpe do século e o maior dinheiro do mundo jamais conseguirão comprar: um caráter incorruptível. Tudo que o dinheiro não compra é assustador para quem não tem o dom de possuir. “Carminhas” vêm do lixão, e como a novela imita a vida, é para lá que elas sempre voltam, mais cedo ou mais tarde. Não é o que pessoas com princípios desejam, assim é a lei divina: “podemos escolher o que plantar, mas seremos obrigados a colher o que semeamos”.



Nenhum comentário:

PERFIS FALSOS NO ORKUT ACABAM EM CADEIA!