Seja bem vindo e esteja bem informado!

*** Todas as postagens e fotos deste blog podem ser reproduzidas desde que sejam atribuídas autoria e fonte, conforme Lei Federal de Direitos Autorais nº 9610 de 19 de fevereiro de 1998. Dúvidas, acesse o site da Associação Brasileira de Propriedade Intelectual (Apijor): http://www.autor.org.br/ ***

as

18 maio, 2013

A diferença entre ser líder e ser tirano



Se quiseres conhecer um homem dê poder a ele, já dizia Maquiavel. Na disputa pelo poder todos prometem fazer a diferença, mas é só de posse do poder que um governante demonstra a que realmente veio. Suas atitudes para com os cidadãos, todos eles, é que demonstram se um governante eleito, democraticamente, sabe o que significa essa palavra. O uso que ele faz do poder (lhe conferido por tempo determinado, diga-se de passagem) revela se ele é um líder ou um tirano.
 
 


 Assim como existem falsos profetas, o mundo está cheio de salvadores da pátria made in Paraguay, que não passam no teste de qualidade quando alguns requisitos, que eram apenas adornos de campanha lhe são exigidos na prática. Quando há muito dinheiro em jogo é comum tiranos gritarem por igualdade na disputa pelo poder, mas de posse dele, imediatamente fazem a diferença no tratamento dos cidadãos que democraticamente não lhe conferiram um voto nas urnas, por temerem que sejam uma ameaça ao pleno exercício de sua tirania. Já vi esse filme. Acabou mal. Para o tirano, claro.
 
 

  Para quem ainda não sabe, um governante público, seja ele presidente, governador, vereador ou prefeito, não é patrão do povo, é empregado, e de todo o povo, mesmo daqueles que não votaram nele, porque impostos não têm bandeiras partidárias. Um cidadão tem o direito de escolher em quem votar (não é isso que os candidatos geralmente dizem defender antes das eleições?), sem serem perseguidos depois por sua escolha. Isso é democracia. A menos, claro, quando o discurso era apenas ilusório para enganar bobo. Hipocrisia. Ela não se aguenta.

 Um governante que usa sua condição temporária de poder para humilhar, denegrir, perseguir e fazer diferença entre aqueles que o elegeram e aqueles que escolheram democraticamente votar em outro candidato, não ficará muito tempo na posição que ocupa, pois a forma com que trata as pessoas, os cidadãos para quem tem a obrigação de governar com igualdade e respeito, além de demonstrar sua mesquinhez e total falta de valores morais como educação, independente do grau de instrução que tenha, demonstra seu real interesse na posição a que concorreu e mais dia, menos dia, a justiça dos homens, e de Deus, se faz. Eu já vi alguns tiranos sendo despojados do poder. Felizmente não há mal que sempre dure.

 Passada uma eleição, um verdadeiro líder terá consciência de sua condição e trabalhará como um excelente empregado visando o crescimento geral, esquecendo-se de nomes e siglas, olhando a todos apenas pelo codinome de “cidadãos”. Eu disse “um verdadeiro líder”. Já um verdadeiro tirano não perderá tempo em contradizer na prática o próprio discurso. Geralmente é o que chamamos de hipocrisia, moral de cuecas, essas coisas...
 

 Não há elástico forte o suficiente que segure uma máscara por muito tempo. Não há mentira que se sustente em tempo integral! Portanto, se você ocupa algum cargo público para o qual foi eleito através do voto, tenha consciência disso, respeite seu patrão, seu poder é temporário, o patrão o toma de volta a cada quatro anos. Se você é secretário, ministro ou cargo em confiança, tenha mais cuidado ainda, pois não foi nem a vontade do patrão que o colocou no lugar onde está, e se quem é eleito democraticamente por um estado de direito tem obrigações para com um povo, imagine quem é nomeado para algum cargo sem o aval dele. Governantes não são estrelas e devem respeito, consideração e decência para com todos os cidadãos. Aliás, isso deveria ser regra na vida de todo ser humano.

 Se você é um cidadão, exija respeito dos governantes que receberam uma licença para lhe servir por determinado período. Eles devem lhe servir com competência, decência, excelência, categoria, educação, sensatez e respeito. E isso não é uma escolha, é uma obrigação.

 A posse do poder é uma grande oportunidade para alguém se tornar um grande líder. Infelizmente não são poucos os que optam por ser apena mais um tirano imbecil. Nesse último caso, porém, a boa notícia é que o empregado não precisa cumprir o tempo de serviço, podendo ser demitido antes do prazo pré-determinado, basta o patrão o demitir na forma da lei.



Nenhum comentário:

PERFIS FALSOS NO ORKUT ACABAM EM CADEIA!