Seja bem vindo e esteja bem informado!

*** Todas as postagens e fotos deste blog podem ser reproduzidas desde que sejam atribuídas autoria e fonte, conforme Lei Federal de Direitos Autorais nº 9610 de 19 de fevereiro de 1998. Dúvidas, acesse o site da Associação Brasileira de Propriedade Intelectual (Apijor): http://www.autor.org.br/ ***

as

19 outubro, 2005

Desarmamento: pesquisa aponta vantagem do "NÃO"

Eleitorado está dividido entre proibir ou manter como está o comércio legal de armas de fogo e munição no Brasil Margem de erro de 2,2 pontos percentuais deixa resultado da pesquia no limite do empate técnico A primeira pesquisa da TV Globo de intenções de voto no referendo sobre comércio de armas e munições mostra um quadro indefinido, mas com vantagem numérica para o lado contrário à proibição do comércio de armas de fogo e munição no país, isto é, aqueles que pretendem votar "não" no dia 23 de outubro. Considerando a margem de erro de 2,2 pontos percentuais, o resultado da pesquisa realizada pelo IBOPE Opinião está no limite do empate técnico: o percentual do "não" pode estar hoje entre 46,8% e 51,2%, enquanto o sim varia entre 42,8% e 47,2%.



Principais destaques Nesse momento, as intenções de voto apresentam-se claramente relacionadas às principais características sócio-demográficas dos eleitores. Os homens, os eleitores mais jovens, os mais instruídos, aqueles com maior poder aquisitivo e os moradores das regiões sul e norte/centro-oeste do país são os mais favoráveis ao "não". Já entre os eleitores menos instruídos, com menor poder aquisitivo e moradores da região nordeste, os índices dos que pretendem votar "sim" são significativamente maiores. Disposição A grande maioria dos eleitores (91%) afirma que com certeza irá votar no referendo do dia 23 de outubro, com resultado homogêneo entre os segmentos do eleitorado. Campanha A campanha para o referendo está sendo acompanhada por nove em dez eleitores brasileiros. Dentre os que acompanham a campanha, a grande maioria também afirma que não mudou sua opinião após o início da propaganda no rádio e na TV.

___________________________
Fonte: www.ibope.com.br

Nenhum comentário:

PERFIS FALSOS NO ORKUT ACABAM EM CADEIA!