Seja bem vindo e esteja bem informado!

*** Todas as postagens e fotos deste blog podem ser reproduzidas desde que sejam atribuídas autoria e fonte, conforme Lei Federal de Direitos Autorais nº 9610 de 19 de fevereiro de 1998. Dúvidas, acesse o site da Associação Brasileira de Propriedade Intelectual (Apijor): http://www.autor.org.br/ ***

as

07 junho, 2005

Globo perde Ana Paula Padrão



No dia 12 de maio a jornalista Ana Paula Padrão saiu da Rede Globo, onde trabalhava há 18 anos, para assinar contrato com o SBT. Ana Paula garante que o único motivo que a fez trocar de emissora foi o horário, trabalhava das 15h às 2h da manhã de segunda à sexta. “Vou ter uma vida normal, jantar em casa com meu marido. Emprego a gente consegue, mas vida pessoal de qualidade, não”, justifica.

Há cinco anos apresentando o Jornal da Globo, a jornalista diz que quer ter um filho. Fez tratamento, mas os médicos lhe disseram que seria difícil engravidar com o ritmo de vida que levava. Conversou exaustivamente com a Globo pedindo para trocar de horário, mas não foi atendida.

O salário também pesou na decisão. Ana Paula vai ganhar R$ 250 mil contra R$ 80 mil que recebia da Globo. “Mas, se não estivesse tão infeliz, jamais teria saído de lá. Afinal, a Globo é a emissora de maior prestígio do país”, garante a jornalista.

Uma das primeiras coisas que Ana Paula argumentou com Silvio Santos, foi o fato de a emissora não dar a devida importância para o jornalismo e ter uma grade de programação instável. O contrato assinado garante a ela um programa com quatro anos de duração sem nenhum período fora do ar e orçamento definido para gastar com viagens e a contratação de sua própria equipe.

Ana Paula deverá ancorar um telejornal em horário nobre, entre 19 e 21 horas, e contará com seis equipes de reportagem em São Paulo, cinco repórteres em Brasília e quatro no rio. Segundo Luiz Gonzaga Mineiro, diretor de jornalismo, Silvio Santos já aprovou o orçamento para a contratação de quase 50 jornalistas.

O novo programa que deverá entrar no ar na segunda quinzena de julho ainda não tem nome definido, mas Mineiro diz que a idéia é inovar e um dos caminhos é fazer com que a jornalista esteja bem próxima do telespectador. “Queremos uma linguagem mais coloquial. O telespectador quer entender o que está acontecendo. Informação é possível se obter em qualquer lugar. Traduzi-la é algo complicado e que vamos fazer. Ana Paula tem esse carisma com o público que será explorado”, afirma.


___________
Leia mais:

Nenhum comentário:

PERFIS FALSOS NO ORKUT ACABAM EM CADEIA!